Anvisa proíbe divulgação de produto que promete falsa cura da Aids

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, nesta sexta-feira (26/8), a divulgação de produto feito à base da planta Mutamba, com a promessa falsa de cura da Aids/HIV. A decisão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

O produto tem sido divulgado na internet, mas, segundo a Anvisa, a medida é preventiva, porque não foram encontrados indícios da comercialização do Mutamba contra Aids, como é chamado.

A Anvisa destacou que o produto não tem registro na agência e é, portanto, um produto clandestino, de origem e composição desconhecida.

“O produto feito à base da planta Mutamba, não possui registro na agência, nem apresenta ensaios clínicos que comprovem suas características medicinais. Os produtos irregulares, isto é, que estejam fora das exigências da agência não oferecem garantia de eficácia, segurança e qualidade que são necessárias para saber se funcionam e são seguros”, acrescentou a Anvisa.

A Anvisa alertou ainda que produtos e medicamentos irregulares ou falsificados podem não fazer efeito, prejudicar tratamentos médicos ou, em casos mais graves, comprometer a saúde do cidadão.

A agência orienta que antes de comprar ou divulgar itens de origem suspeita ou não registrados, os cidadãos podem entrar em contato com a Anvisa através do canal (0800-642-9782).

FONTE: CORREIOWEB

Arquivado em : Noticias Nacionais
Veja Também
Noticias Nacionais

“Presidente é que vai decidir”, diz Eduardo sobre Partido Militar

Alvo de processo de suspensão no PSL, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) comentou, neste domingo (03/11/2019), a possibilidade de migrar para o Partido Militar Brasileiro, cuja criação está sendo articulada pelo deputado Capitão Augusto (PL-SP). Segundo ele, a decisão vai ser do pai, o presidente Jair Bolsonaro (PSL). “O que o presidente determinar eu vou seguir”, declarou. […]

Noticias Nacionais

Nova ala não deve resolver superlotação na Papuda, avaliam especialistas

O Distrito Federal ocupa o terceiro lugar no ranking dos estados com o maior deficit de vagas no sistema penitenciário. Dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) mostram que, atualmente, há 16.688 mil internos para 7.398 mil vagas. Para tentar desafogar a superlotação do Complexo Penitenciário da Papuda, a SSP está construindo mais uma […]