Novos nomes da CLDF têm histórico de problemas na Justiça

Funcionários indicados a funções estratégicas na Câmara Legislativa, ligados à cúpula da Casa, também viram alvos após a Operação Drácon

 

A Operação Drácon, além de atingir parlamentares que integravam a Mesa Diretora do Legislativo local, provocou mudanças na estrutura dos secretários ligados diretamente ao primeiro escalão da Casa. A atual formação desse comando após o escândalo do suposto pagamento de propina mediante liberação de sobras de emendas parlamentares revela novos personagens dos bastidores. Ontem, o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Eduardo Dualibe Murici assumiu o cargo de secretário geral da Presidência, após o pedido de saída do defensor público José Wilson Porto, que exercia a função estratégica.
Murici é indicação política do 1º secretário em exercício, Agaciel Maia (PR). O secretário geral é quem faz toda a administração geral da Casa, cuida da parte administrativa, operacional, orçamentária e financeira. É chamado de ordenador de despesa, ou seja, nenhuma pode ser feita sem a autorização dele. Está no topo de uma engrenagem que auxilia no trabalho dos deputados da cúpula, chamada de Mesinha — alusão à Mesa Diretoria, ocupada por secretários executivos dos cargos de comando da Casa. As vagas são ocupadas, na maioria, a partir de indicações políticas. Os servidores comissionados cuidam da parte administrativa, operacional, orçamentária e financeira, além das questões de pessoal, execução de contratos, pagamentos e de todo processo legislativo para que as proposições e decretos possam transitar. A atribuição é dividida conforme o cargo.
A entrada de Murici não foi a única. No lugar do ex-secretário executivo da vice-presidência José Adenauer Aragão Lima assumiu Itamar Pinheiro Lima. Ele trabalha no gabinete do deputado Juarezão (PSB) e assumia a assessoria parlamentar do distrital. Itamar teve o nome envolvido junto com o do então distrital Benício Tavares por falsificar documentos e inserir uma emenda em um Projeto de Lei (PL) após ter sido aprovado. O crime prescreveu. A vice-presidência cuida do planejamento orçamentário, da Coordenadoria de Modernização e Informática (CMI)  e do Fundo de Assistência à Saúde dos Deputados Distritais e Servidores da Câmara Legislativa do Distrito Federal (Fascal).
Permanências
Já na secretaria-executiva das 1ª e 2ª secretarias, permanecem Leila Barreto Ornelas e Rusembergue Barbosa de Almeida, respectivamente. Leila é braço direito do deputado afastado do cargo Raimundo Ribeiro (PPS). Ela assumiu a chefia de gabinete do parlamentar entre 2009 e 2010, mas era nomeada em outro cargo. Também foi assessora na época em que o parlamentar era secretário de Justiça no governo José Roberto Arruda. A 1ª secretaria trata da parte de pessoal e da formação do Legislativo. Toda nomeação, exoneração, aposentadoria e cursos dependem de autorização.
Rusembergue, por sua vez, tem histórico de condenação por improbidade administrativa pela Justiça de Goiás. Ex-vereador em Goiânia, tornou-se alvo de processo do Tribunal de Justiça do estado por má utilização de veículo da Câmara Municipal. No processo, constava que a filha dele usava o carro para ir diariamente à universidade. A 2ª secretaria é responsável pela execução dos contratos e pagamentos. Qualquer contrato depende da área para ser contratado, executado, liquidado ou pago.
No cargo de secretário-executivo da 3ª secretaria, segue Alexandre Braga Cerqueira, mesmo tendo sido afastado dos trabalhos. O servidor ainda não foi exonerado e, nos bastidores, a saída dele gera desconforto, já que Alexandre pode saber de outros supostos participantes do esquema de pagamento de propina. Ele trabalha na Casa há mais de 15 anos e tornou-se um homem forte na época em que trabalhou com o ex-deputado Aylton Gomes (PR). É a 3ª secretaria que cuida de toda parte legislativa. Todo processo para transitar, seja lei, indicação, Lei Orgânica, decreto legislativo e resolução, depende da área.
Sem “pena eterna”
Em entrevista ao Correio na tarde de ontem, por telefone, o novo secretário-executivo da vice-presidência, Itamar Pinheiro Lima, ressaltou que o mérito do processo judicial do qual ele foi réu acabou julgado improcedente. “No Brasil, não existe pena eterna”, ressaltou. A reportagem tentou contato com Rusembergue por meio da assessoria do atual 2º secretário, Lira (PHS), e do distrital afastado Júlio César (PRB), mas não conseguiu encontrá-lo até as 19h30 de ontem. No fim da tarde, a reportagem ligou diretamente para o setor, mas ninguém atendeu. Alexandre também não foi localizado até o fechamento desta edição.
FONTE: CORREIOWEB
PUBLICADO 31/08/2016
11:50 HS

Arquivado em : Notícias Locais e Regionais
Veja Também
Notícias Locais e Regionais

BRB assume bilhetagem automática de ônibus com app para recarga

Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) do transporte público do Distrito Federal passa para as mãos do Banco de Brasília (BRB) nesta segunda-feira (04/11/2019). A nova gestão representa a tentativa do governo Ibaneis Rocha (MDB) em virar a página do serviço, historicamente marcado pela falta de eficiência, panes e fraudes milionárias, inclusive com o uso de nomes de pessoas […]

Notícias Locais e Regionais

DF: delegacia dará R$ 10 mil a quem ajudar na prisão de foragidos

Foram protocolados, na última sexta-feira (25/10/2019), os dois primeiros pedidos de instauração de recompensa para a captura de foragidos no Distrito Federal. Registradas pela 6ª DP (Paranoá), por meio da delegada-chefe da unidade policial, Jane Klébia, as solicitações preveem premiação de R$ 10 mil a qualquer pessoa que ajudar na captura de José Carlos Pereira de Sousa, […]

Notícias Locais e Regionais

Conselho da Justiça Federal compra SUV de R$ 135 mil para ronda

Opresidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Otávio Noronha, ratifica nesta terça-feira (22/10/2019) na reunião do Conselho da Justiça Federal (CFJ) a compra de um carro tipo SUV de R$ 135 mil para auxiliar na segurança dos conselheiros. Todos, porém, já dispõem de carro e segurança. A aquisição gerou críticas entre juízes federais criminais. Afirmam que o CJF […]

Notícias Locais e Regionais

Gás de cozinha ficará mais caro no DF a partir desta terça

Opreço do botijão de gás vai subir em todo o país a partir desta terça-feira (22/10/2019), conforme anúncio da Petrobras. Segundo informações do Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de Gás Liquefeito de Petróleo do Distrito Federal (Sindvargas-DF), as empresas filiadas foram comunicadas pelas distribuidoras engarrafadoras sobre o reajuste no valor do produto. O aumento oscilará entre 4,8% e […]

Notícias Locais e Regionais

Auditoria aponta 285 mil viagens de passageiros que já morreram

Centenas de “zumbis” e “fantasmas” viajaram de graça pela rede de transporte público do DF ao longo de 2017, durante a gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB). Segundo auditoria inédita do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) divulgada nessa segunda-feira (21/10/2019), o Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) permitiu 285 mil deslocamentos gratuitos para pessoas que já haviam […]