Santos vira freguês de desesperados e mira série contra ‘rebaixados’

 

santos-2-696x464

O Santos teve tudo a seu favor para se manter na liderança do Campeonato Brasileiro, mas, sucumbiu. A derrota para o Figueirense em plena Vila Belmiro foi um duro golpe e serve de lição para a sequência da competição. Se o Peixe quiser se manter vivo na briga pelo G4 ou até mesmo pelo título, vai ter de mudar de atitude, e rápido, porque a essa altura o Palmeiras já abriu sete pontos de vantagem na ponta da tabela de classificação.

E ao tentar diagnosticar os motivos do Alvinegro Praiano não ter conseguido se manter no topo, fica evidente uma queda de rendimento diante de adversários que estão na parte de baixo da tabela ou brigam apenas contra o rebaixamento. Já são 14 pontos perdidos para times desse pelotão.

O Figueirense, que tomou três pontos do Santos no domingo, ainda arrancou um empate no primeiro turno. Coritiba (16º), América-MG (20º) e Internacional (17º) também já venceram o Peixe, que aliás, sofreu apenas duas derrotas na Vila nesta temporada e ambas para rivais que jogariam a Série B em 2017 se o campeonato terminasse hoje: Figueirense e Internacional.

E é bom que o sinal de alerta esteja aceso no CT Rei Pelé, porque nas próximas quatro rodadas apenas o clássico com o Corinthians (casa) será um duelo direito na luta por uma vaga no G4 e, consequentemente, na busca pelo título. Internacional (fora), Botafogo (fora) e Santa Cruz (casa) completam a série que tinha tudo para ser favorável ao Santos nesse momento, mas, que diante do histórico da equipe, já causa preocupação.

FONTE; CLICABRASILIA/GAZETA ESPORTIVA

PUBLICADO 31/08/2016

12:54

Arquivado em : Esportes
Veja Também
Esportes

Corinthians protocola pedido de suspensão do processo da Caixa

departamento jurídico do Corinthians entrou nesta sexta-feira (04/10/2019) com pedido de embargo ao processo movido pela Caixa Econômica Federal. O clube pede a suspensão da execução judicial, a retirada do nome da Arena Itaquera S/A do Serasa e a designação de audiência de conciliação. O diretor jurídico do clube, Fábio Trubilhano, enviou nota ao Estado […]