Operação em 8 estados e no DF busca suspeitos de fraude em fundos de pensão

foto postaalis

Fraudes que causaram um rombo de aproximadamente R$ 8 bilhões, contra quatro dos maiores fundos de pensão do país – Funcef, Petros, Previ e Postalis – são alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) nesta segunda-feira (5/9). A Operação Greenfield deve cumprir 127 mandados judiciais, expedidos pela 10ª Vara Federal de Brasília, em oito estados e no Distrito Federal.

O ex-presidente do Postalis Alexej Predtechensky foi conduzido coercitivamente. Ele foi denunciado em julho deste ano pela Procuradoria da República, em São Paulo. Predtechensky e mais sete investigados são acusados de fraude $ 465 milhões no fundo de pensão dos Correios. A sede do Postalis, no Setor Comercial Sul, em Brasília, foi alvo de busca e apreensão, assim como  a sede da JBS, em São Paulo.

A investigação apura crimes de gestão temerária e fraudulenta contra esses fundos. São sete prisões temporárias no total, além de 106 mandados de busca e apreensão e 34 de condução coercitiva nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Amazonas, além do DF. A decisão judicial ainda determinou o sequestro de bens e o bloqueio de ativos e de recursos em contas bancárias de 103 pessoas físicas e jurídicas.

Em Brasília são cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, seis de condução coercitivas e cinco de prisão temporária. No estado de São Paulo, a Justiça expediu 46 mandados de busca e apreensão, 18 conduções coercitivas e uma prisão temporária a serem cumpridos na capital, em Santos e em Campinas. No estado do Rio, a operação cumpre 31 mandados de busca e apreensão, oito conduções coercitivas e uma prisão temporária.

Dez casos foram revelados, segundo a PF, a partir de análises das causas dos deficits bilionários apresentados pelos fundos de pensão. Oito deles estão relacionados a investimentos realizados de forma ilegal, por meio dos Fundos de Investimentos em Participações (FIPs). A Polícia Federal indica a existência de núcleos organizados para a prática dos crimes: empresarial, dirigente de fundos de pensão, de emrpesas avaliadoras de ativos e o de gestores e administradores dos FIPs.

Os investigados responderão por gestão temerária ou fraudulenta, além de outros crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, previstos na Lei nº 7.492/86.

A Operação contou com o auxílio técnico do Ministério Público Federal (MPF), da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Participam cerca de 560 policiais federais, além de 12 inspetores da CVM, quatro procuradores federais da CVM, oito auditores da PREVIC e sete procuradores da República.

Greenfield
O nome da operação é uma alusão a um jargão dos negócios, sobre um tipo de investimento que envolve projetos iniciantes, ainda no papel. O contrário de investimentos Greenfield é o Brownfield, no qual os recursos são aportados em um empreendimento/empresa já em operação.

Veja a lista de mandados

Distrito Federal
Brasília: 20 mandados de busca e apreensão, 6 conduções coercitivas e 5 mandados de prisão temporária;

São Paulo
São Paulo: 44 mandados de busca e apreensão, 17 conduções coercitivas e 1 prisão temporária;
Campinas: 1 mandado de busca e apreensão e 1 condução coercitiva;
Santos: 1 mandado de busca e apreensão;

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro: 28 mandados de busca e apreensão, 7 conduções coercitivas e 1 prisão temporária;
Niterói: 3 mandados de busca e apreensão e 1 condução coercitiva;

Espírito Santo
Vila Velha: 1 mandado de busca e apreensão e 1 prisão temporária;

Bahia
Salvador: 1 mandado de busca e apreensão e 1 condução coercitiva;
Ilhéus: 1 mandado de busca e apreensão;

Paraná
Curitiba: 1 mandado de busca e apreensão;

Rio Grande do Sul
Porto Alegre: 2 mandados de busca e apreensão e 1 condução coercitiva;

Santa Catarina:
Florianópolis: 3 mandados de busca e apreensão, 1 condução coercitiva e 1 mandado de prisão temporária;

Amazonas
Manaus: 2 mandados de busca e apreensão

* O número de mandados (de busca e apreensão, condução coercitiva e prisão), em termos absolutos, diverge do numero total de alvos, considerando que vários alvos tiveram medidas cumpridas em mais de um endereço.
Fonte: Polícia Federal/correioweb

publicado 05/09/2016 as 16:27

Arquivado em : DESTAQUES
Veja Também
DESTAQUES, Noticias Nacionais

DF: aprovado projeto que determina a filmagem de provas físicas

Os deputados distritais aprovaram, na última semana, a legislação que garante a filmagem das provas físicas nos concursos da administração direta, indireta e fundacional do Distrito Federal. Dessa maneira, a partir de agora, todos os participantes terão acesso à cópia das gravações e os esclarecimentos sobre a pontuação atribuída. O projeto inclui um artigo na Lei Distrital nº 4.949/2012, conhecida […]

DESTAQUES

Bando que vendia droga com selo de pureza é preso com 500kg de cocaína

entegrantes de uma organização criminosa especializada no tráficointernacional de drogas foram presos em uma megaoperação desencadeada pela Polícia Civil goiana. Sete integrantes do bando acabaram detidos quando transportavam 500 quilos de cocaína pura, a chamada escama de peixe. A quadrilha utilizava dois aviões para movimentar os entorpecentes e distribuí-los em vários estados. A ação, coordenada pela […]

DESTAQUES

Maju aparece em vinheta do Fantástico e internet comemora

a apresentadora Maria Júlia Coutinho começou a aparecer pela primeira vez nas chamadas do “Fantástico”, da TV Globo, nesta sexta-feira (02/08/2019). Maju, que é um dos rostos mais queridos do jornalismo da Globo, vai apresentar o programa por dois domingos (04/08 e 11/08), durante as férias da titular Poliana Abritta. A estreia é neste fim de […]