Novo recorde de temperatura: DF deve registrar 36ºC nesta sexta

O Distrito Federal não tem praia, mas o brasiliense precisa sair de casa nesta sexta-feira (20/9) como se estivesse indo pegar um bronze na beira do mar. Isso porque a capital terá mais um recorde de temperatura máxima, com termômetros chegando a alcançar os 36ºC. Então é hora de caprichar no protetor solar, abastecer a garrafa d’água e tirar do guarda-roupa as peças mais leves possíveis.

“Podemos alcançar mais um recorde de calor no ano, assim como foi ontem, quando o DF registrou 35,7ºC. Hoje, a previsão é de que algumas regiões alcancem 36ºC, com uma umidade relativa do ar baixa também, chegando a 10%”, explicou o meteorologista Heráclio Alves.

O céu continua com poucas nuvens e a chuva não deve aparecer neste mês. Já são 109 dias de estiagem na capital, um número bem maior do que em 2018, quando foram 79 dias consecutivos sem chuva. Há outro recorde nada positivo que o DF pode quebrar, já que, em 2017, foram 131 dias de estiagem, mas, segundo o Inmet, há expectativa de que a chuva venha antes que Brasília alcance esse número novamente.

Continua depois da publicidade
Os dados das temperaturas máximas também assustaram em 2017. Naquele ano, os termômetros do Instituto Nacional de Meteorologia marcaram 37,3ºC, a maior temperatura já registrada no Distrito Federal.

Cuidados dobrados
Alguns grupos de brasilienses são ainda mais afetados pelo calor, como crianças, idosos e grávidas. De acordo com o obstetra do Centro de Medicina Fetal (Cemefe), Valdecir Bueno, gestantes devem tomar alguns cuidados especiais com o calor, como evitar a exposição ao sol entre, 10h e 15h, evitar locais de grande concentração de pessoas e beber entre 1,5 litro e 3 litros d’água por dia.

O calor pode se converter numa situação de risco quando acontece uma insolação. Isso acontece quando a temperatura da gestante sobe acima de 39ºC. Os sintomas são uma pele avermelhada e seca, pulso acelerado e dor de cabeça, tontura e vertigem. Por isso, o protetor solar é indispensável e deve ser passado mais de uma vez ao dia, em um intervalo de cerca de 3h.

correio Braziliense

Arquivado em : Notícias Locais e Regionais
Veja Também
Notícias Locais e Regionais

DF: Secretaria começa a reabastecer escolas com carne de frango

Depois de servir almoço apenas com arroz e salada a estudantes, a Secretaria de Educação começou, nesta segunda-feira (14/10/2019), o reabastecimento de frango nas escolas públicas do Distrito Federal. As primeiras unidades a receber a carne in natura foram as regionais de ensino do Paranoá e de São Sebastião. A JVC, empresa fornecedora, distribuiu 12 toneladas das 87,2 toneladas […]

Notícias Locais e Regionais

DF: acidente em globo da morte deixa dois feridos em circo

Aapresentação em um circo instalado às margens da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) Sul, na noite de domingo (13/10/2019), terminou com dois feridos. O Corpo de Bombeiros precisou ser chamado para atender às vítimas, que se chocaram com as motocicletas dentro do globo da morte. O outro motociclista foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel […]

Notícias Locais e Regionais

Caixa: apostas de loterias ficarão mais caras em novembro

Caixa Econômica Federal confirmou ter recebido autorização para reajustar os preços das loterias, que passará a valer em 11 de novembro deste ano. As alíquotas, no entanto, ainda não foram divulgadas. O reajuste das loterias é uma demanda da CEF desde que o economista Pedro Guimarães assumiu a presidência do banco. No início deste mês, durante audiência pública […]

Notícias Locais e Regionais

Líder do governo diz que PSL teria acabado sem Bolsonaro

Após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta segunda-feira (14/10/2019), o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), disse que o partido provavelmente teria acabado se não tivesse servido de legenda para a eleição do chefe do Executivo, considerando a cláusula de desempenho exigida pela Justiça Eleitoral. O líder lembrou que a sigla tinha […]

Notícias Locais e Regionais

Ministro sobre prisão após 2ª instância: “Não somos justiceiros”

Relator de três ações que discutem a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse, nesta segunda-feira (14/10/2019), que os integrantes da Corte não são “justiceiros”, e sim “defensores da Constituição”. O ministro – que é contrário à execução antecipada de pena – estima que serão […]